quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

O circo da vida.


Baixe sua lona
Arme seu picadeiro
Invoque seu palhaço
Sorria de alegria

Afinal a vida é uma peça
Que lhe faz pintar o rosto
E fingir completamente
A dor que deveras sente

Curta seus aplausos
Escreva o seu filme
Mas não espere ler a sinopse
Depois do fechar das cortinas.

Autor; Gilberto Fernandes Teixeira