quarta-feira, 29 de junho de 2011

"Pai"

Pai, você sempre será meu herói.
Hoje é mais, muito mais que um amigo,
Que a palavra que aprendi primeiro,
Você é o meu amor verdadeiro.
Pai, encho, a boca ao pronunciar teu nome,
Pois me deste a minha vida inteira,
Pois me colocaste no verdadeiro caminho,
E ainda construíste a ponte da minha educação.
Não foste um pai omisso,
Sempre tiveste sincero compromisso,
Comigo, minha mãe e os meus irmãos,
Pai sinônimo do criador.
Pai, hoje, lhe vejo mais velhinho,
Porém não vou te deixar sozinho,
Vou te retribuir o carinho,
Vamos ficar juntinhos.
Agora, pai, você é que será o meu filho...
Nunca pense em um asilo,
Que seu filho, Pai!
Não vai dividir o couro de boi...

Autor: Gilberto Fernandes Teixeira

Um comentário:

  1. É o meu paí ideal, não vou abandonar ninguém nesta vida.

    ResponderExcluir